Tuesday, January 31, 2017

Exotique Magazine

AVISO: Esse post possui conteúdo relativamente erótico. Algumas pessoas podem ser sensíveis à certas imagens. 
WARNING: This post has barely erotic content. Some people might be sensible to certain pictures.



Após tanto tempo desde o post sobre a Bizarre, achei que seria justo falar da Exotique. Publicada entre 1955 e 1959, a revista infelizmente durou menos que a Bizarre, tendo apenas 36 edições. Foi publicada por Leonard Burtman, e, apesar de produzida por John Willie, suas ilustrações foram feitas por Eric Stanton (autor da Bizarre Comix) e Gene Bilbrew (que ás vezes usavam o codinome de ENEG). Bettie Page e a esposa de Burtman, Tana Louise (que usava o nome artístico de Cincinnati Sinner), foram as modelos mais frequentes na revista. Além de modelo, Louise era dançarina burlesca e havia trabalhado com Irving Klaw anteriormente. Apesar de icônica entre os fãs da Exotique, ela parou de posar após se divorciar de Burtman, desaparecendo da mídia desde então.
After so much time since my post about Bizarre, I thought that it would be fair to talk about the Exotique magazine. Published between 1955 and 1959, it unfortunately had less issues than Bizarre, a total of 36 only. It was published by Leonard Burtman and, although it was produced by John Willie, its illustrations were made by Eric Stanton (author of Bizarre Comix) and Gene Bilbrew (who often used the pseudonymous of ENEG). Bettie Page and Burtman's wife, Tana Louise (stage name was Cincinnati Sinner), were the most frequent models at the magazine. Louis was also a burlesque dancer and had worked with Irving Klaw previously. Though iconic among the Exotique fans, she stopped posing after divorcing Burtman, disappearing from the public eye since then. 

Tana Louise

Diferente da Bizarre, que publicava textos estilo pulp fiction e cartas de leitores, a Exotique era dedicada exclusivamente à alguns artigos escritos em sua maioria por Burtman (sob pseudômino, Tana Louise também escreveu alguns), quadrinhos, fotografia e ilustrações de dominatrizes, onde os homens não eram nada além de escravos das mulheres vestidas de espartilho, cinta-liga, luvas e saltos extremos. A revista também abordava o travestismo. O conteúdo não incluía nudez nem temática sexual, sendo focado apenas no fetichismo.
Different of Bizarre, that published pulp fiction-like stories and reader's letters, Exotique had a few articles written mostly by Burtman (under a pseudonymous, Tana Louise did write some too), comics, photography and illustrations of dominatrices, where men were nothing but the slaves of women dressed by corsets, garterbelts, gloves and extreme heels. The magazine approached transvestism too. It did not include nudity or sexual themes, specializing exclusively on fetishisim. 

Gene Bilbrew

Infelizmente, a revista tomou o mesmo destino de outras revistas e material fetichista da época: Burtman foi injustamente condenado por crime de pornografia (à quem não sabia, produção de conteúdo pornográfico era proibido antigamente). Todo o material envolvendo a revista foi confiscado. Burtman retornou nos anos 60 com outros títulos similares à Exotique, como Connosieur, Mistress of Desire, Masque, The She-Devil, Bizarre Life e muitos outros. 
Sadly, the magazine had the same destiny of so many other fetish magazines and material from that time: Burtman was unfairly arrested by pornography (in case you didn't know it yet, producing porn was illegal back in time). The entire material of Exotique was confiscated. Burtman returned in the 60's with similar titles, such as Connosieur, Mistress of Desire, Masque, The She-Devil, Bizarre Life and so many other.

Bettie Page


Isso é tudo, pessoal! Queria que esse post tivesse sido grande igual o da Bizarre, mas infelizmente a história da Exotique é mais curta e é mais difícil encontrar conteúdo deles na internet. Penso em fazer uma pesquisa profunda sobre outras publicações menos famosas do Burtman - comentem caso tenham interesse! Até mais! 
That's all folks! I wish this post was really long just like the Bizarre one but unfortunately the story of Exotique is shorter and it's harder to find their stuff on the web. I'm thinking of doing a research about Burtman's less popular publications - comment in case you're interested! See ya!

Sources: Wikipédia, Black Sunday Magazine and lots of research!

6 comments:

  1. Acho incríveis as ilustrações dessas revistas! São sempre de uma liberdade artística e ousadia que os artistas não teriam se fossem em outros espaços. Adorei o post!
    bjs

    inajara

    www.vintageandgeek.com.br

    ReplyDelete
    Replies
    1. Realmente é muito livre, até por causa da época! Obrigada, fico feliz que gostou <3

      Delete
  2. Não tem nem palavras para as ilustrações, lindas demais *-*

    ReplyDelete
  3. Acho bem interessando como os seios são desenhados de maneira diferente ao longo da história. Fico imaginando que triste pros caras na época perder todo seu trabalho por causa da lei de pornografia. ._. Considerando que eram todas mulheres livres que estavam ali pq queriam...

    Bjs!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Pois é, o mais triste é que não era material pornográfico! Irving Klaw ficou tão triste por ser condenado que morreu...

      Delete